Bolas de sabão

|

Felicidade. Não é a mesma coisa para todas as pessoas. O que me deixa feliz talvez não te deixe feliz. Mas é algo que ninguém desiste de conseguir, ainda bem. Mas considero a felicidade frágil. É como várias bolhas de sabão. Algumas podem acabar estourando, mas as outras ainda estão lá, você ainda tem o que te faz feliz. A coisa começa a se complicar quando vem alguém que simplesmente adora estourar bolas de sabão. Sem motivo. Porque é bem difícil o caso que é necessário acabar com a felicidade dos outros. Mas as pessoas fazem isso. E não são poucas não. Talvez seja engraçado, não sei, nunca parei para experimentar fazer isso, talvez porque não gosto quando fazem isso comigo.

5 pessoas também deram sua opinião:

anabêa. disse...

Realmente a felicidade está em coisas diferentes para cada,porém imagino que mesmo assim ela é muito intensa para aqueles que a sente,e aqueles que precisam "estourar a bolha de sabão" do outro para ter felicidade,nao é feliz,muito pelo contrário porque nunca estará satisfeito,assim como ngm estará satisfeito ao seu lado.
A felicidade é frágil porque só obtemos momentos de felicidade e não algo contínuo,infelizmente é assim,o que nos deixa com cada vez mais vontade de correr atrás dela e nao relaxar,a vida não pára.

Te amo lih

.kisses

Juh S. disse...

Alguns sentem necessidade de fazer com q os outros fiquem prq baixo para sentirem se bem. Aquela necessidade de contrdizer, zoar, pisar e fazer voce se sentir um lixo sem motivo.

mas a gente tem q seguir em frente, porque no fundo sabemos q essas pessoas não conseguem se satisfazer e precisam da infelicidde alheia para q se sintam no mesmo nivel.

Pitchulinha disse...

Essas pessoas que amam "estourar as bolhas" dos outros são as que nunca encontraram a real feliciidade, elas são simplesmente invejosas e não aguentam ver outra pessoa feliz e ela não, então desejam a tristeza do outro para que possam se sentir melhor, mau sabe elas que no fundo isso só faz dela uma pessoa inferior, sem poder de nada. A felicidade dos outros incomoda quem não sabe ser feliz.

Beijão Lihh!!!
amo vc!

Lu Andrade disse...

Lih,
A felicidade é muito relativa mesmo. A questão das bolhas de sabão serem tão frágeis a estas pessoas é explicada (visão minha) pelo material que as revestimos: confiança extrema, ingenuidade e inocência... Porém, cabe a nós, incapazes de "estourar bolhas alheias", contestarmos a realização supérflua que alguns atingem. Talvez mudem com o tempo... Beijos. Adorei a análise e quando você admite não fazer por não gostar da ação.

Lu Andrade disse...

Lih
Hoje, por volta de 02h45, recebi um comentário seu SUPER depreciativo no meu blog, última postagem. Tenho absoluta certeza que não foi você, ou foi? Não irei publicá-lo aqui, porque é bem pesado... Será que aconteceu com outras pessoas?
Beijos. Até