Decepções

|

Acho que é difícil encararmos uma derrota. Sempre é. Principalmente quando se tratava de algo que esperávamos com entusiasmo, que por mais impossível que parecesse, que apesar de sabermos que seria difícil alcançar, batalhamos. Mas aí é que está. Não é por não alcançarmos nossos objetivos que somos fracassados. Nem sempre depende de nós. Claro, dependendo do que for, 90% pode depender do esforço pessoal, mais os 10% que infelizmente depende dos outros interfere na nossa conquista. Talvez vocês sejam adeptos àquela filosofia de que com esforço alcançamos nossos objetivos, seja lá o que for. Não acho que é bem assim. Por exemplo, não sei se vocês se lembram, mas no ano passado, durante as olimpíadas, mais precisamente na final com salto de vara, a brasileira Fabiana não pode ter perticipação efetiva, por que uma de suas varas simplesmente sumiu. Agora me diz, foi culpa dela? Não, todos sabemos... não importa o que aconteceu exatamente para esse texto, só citei o caso porque é um exemplo bem explícito de que nem sempre a culpa é nossa. Não quero trazer a ideia de que então não devemos lutar pelo que queremos, pelo contrário, devemos lutar ainda mais. Pode ser que não seja tudo que dependa da gente, quando se trata de nossos objetivos, mas então devemos fazer o possível, para podermos tentar fazer diferente e melhor, entre tantos que muitas vezes têm o mesmo desejo e para se fracassarmos podermos dizer com cabeça erguida de que fizemos todo o imaginável, todo o possível. Eu pelo menos, vo sempre tentar fazer com que os 90% da minha parte possam superar os 10% exterior.

5 pessoas também deram sua opinião:

mim mesmo disse...

Tem toda razão
esses 10 % são incontrolaveis
o mais dificil da vida pe viver com eles

Juh S. disse...

sab oq lembrei qndo li? elizabethtown

nunca vi o filme todo, mais a tarde só peguei um pedaço q a mina falava:
''fracasssado, fracassado, fracassado!!
ser fracassado nao nos torna piores''
(coisa assim, eu durmi a tarde toda, e isso foi nates de durmir, nem prestei atençao)

amei post lih

bjssss

Serrao disse...

É isso mesmo, alias acho que todos aqui conhecem as frustações e as emoções minhas e de uma certa pessoa chamada Ana. Eu não tenho palavras para descrever essa pessoa fodástica, mas o ponto nessas discussões geralmente vem por um exemplo perfeito para essa postagem, ela estuda mil vezes mais que eu e mesmo assim... eu, na maioria das vezes, acabo ficando na frente dela, ai eu pergunto pra vcs... o que é esforço pessoal?De quem seria maior? O meu, por não me estressar durante a prova, ou dela por estudar mais do que eu?

adorei a postagem Elisa, realmente me faz pensar.

bjs

Teté disse...

Os 10% so atingem nossa vida se deixarmos! TUDO que nos acontece é fruto de nossos pensamentos. Se formos otimistas, batalharmos mas no fundo sentirmos que algo pode dar errado, esss 10% aparecem msm... Não permita que isso aconteça.
Obg pela visita e comentario la no amores-cruzados, volte sempre
Grande beijo

Ana Bea. disse...

Esse post só me fez ver que realmente a vida é algo imprevisível e como vc sempre me diz,hgá coisas que não podemos controlar,como as porras de injustiças da vida,que nao dependem de nós,e isso é uma das coisas mais complexas que interferem no simples ato de viver,o fato de nao podermos controlar as coisas nos fazem conturbados e injustiçados,odeio o fato do mundo ser desta forma cabe a nós mudá-lo ou pelo menos tentar mudá-lo .

Te amo Li seus posts sempre me fazem pensar assim como seu modod de viver de de ver as coisas,nunca mude isso,te admiro consideravelmente do mesmo modo que te amo li.

.kisses